29/10/2019 - 17h14m

EDUCAÇÃO

Estudantes classificados em memórias literárias estão em São Paulo participando da Olimpíada de Língua Portuguesa

Josélia de Lima

Professora Samara e o aluno Gabriel felizes com a experiência

Mais uma equipe de professores e estudantes está participando do Encontro de Semifinalistas da 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa, categoria memórias literárias, que está sendo realizado em São Paulo. Do Tocantins, estão participando o aluno Luiz Eduardo Pereira da Silva e o professor Átila Miller Fernandes, da Escola Estadual Joaquim Francisco de Azevedo, de Taipas do Tocantins; o estudante Gabriel Antônio de Moura, com a professora Samara Gonçalves Lima, do Colégio Militar de Arraias; e a estudante Ana Clara Luz e a professora Marilda Belizário da Silva Ribeiro, da Escola Municipal Beatriz Rodrigues da Silva, de Palmas.

O estudante Luiz Eduardo está participando com o texto O pequi nosso de cada dia, o aluno Gabriel está na semifinal de Memórias Literárias com o tema Uma fênix em minha vida e a aluna Ana Clara, com o texto Saudades do Canela.

Esse encontro presencial da Olimpíada começou na segunda-feira, 28, e vai até o dia 30, com o anúncio da classificação dos trabalhos dos alunos e entrega de medalhas. Participam do encontro 125 estudantes brasileiros, que compartilham ideias, sonhos e sentimentos nos textos apresentados e seus respectivos professores.

A professora Samara contou que esta é a sua segunda participação na olimpíada. “Participei em 2012, chegamos à etapa final, e estou aprendendo muito. A minha prática pedagógica está sendo redirecionada mais uma vez, graças à troca de experiências e vivências com outros professores do país inteiro, graças também à formação oferecida pela olimpíada, que está sendo realizada em São Paulo e à formação, que é feita no site da OLP. Retornarei para a sala de aula mais revigorada, mais fortalecida para oferecer um ensino de qualidade para nossos alunos. Sinto-me lisonjeada em participar de um concurso desse nível, porque o nível da olimpíada é elevadíssimo”, frisou.

Gênero crônica

Na semana passada, foi realizado o encontro presencial do gênero crônica, na qual os estudantes Allanis Stephani Carvalho, do Colégio Militar de Arraias, e a estudante Ana Beatriz Rodrigues Paes, da Escola Municipal Beatriz Rodrigues, tiveram seus trabalhos classificados para a etapa final da olimpíada. O resultado final será divulgado na primeira semana do mês de dezembro.

A estudante Ana Beatriz concorre com o texto Sempre em busca de luz e Allanis está na final com a crônica Operação Cinderela.

Olimpíada

A Olimpíada tem o objetivo de melhorar o ensino e a aprendizagem da leitura e da escrita, e promover formação para professores que lecionam língua portuguesa. É uma realização do Itaú Social, com a coordenação do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), Programa Escrevendo o Futuro, com a parceria do Ministério da Educação.

Esta é a 6ª edição e representa um reforço para a valorização e a interação dos alunos com o seu território e propõe o tema O lugar onde vivo. A intenção é que os estudantes observem o lugar onde residem, aprofundem o conhecimento sobre sua realidade e estreitem laços com a comunidade.

Deixe seu comentário:

Campanha INSTITUCIONAL - NOVEMBRO   assembleia