29/10/2019 - 18h27m

CONVÊNIO OPORTUNIDADE

Família de Taguatinga aumenta produção de frango após assistência técnica do Ruraltins

Edvania Peregrini

O convênio Oportunidade, fruto de uma parceria entre Governo do Estado, por meio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), proporciona cada vez mais o fortalecimento das cadeias produtivas na agricultura familiar do Estado. Em Taguatinga, município localizado na região sudeste do Tocantins, a produtora Artenisa Araújo Oliveira vem recebendo visitas técnicas do Ruraltins, e com isso já produz e comercializa aves de corte, suínos, hortaliças, rapaduras e mandioca.

Com foco na produção de aves e, principalmente com o apoio técnico oferecido pelo convênio Oportunidade, a família, proprietária da Fazenda Conto do Rio, produz anualmente mil frangos. Antes do convênio, a produção girava em torno de 600 aves por ano, a família trabalhava sem orientação técnica e práticas de manejo adequadas, “Após os atendimentos e a parceria com a Secretaria de Agricultura do município começamos a incentivar a produtora a implantar o selo de inspeção municipal na propriedade por meio de um abatedouro construído com recursos próprios, este foi um marco crucial para o aumento de abate anual, era o momento onde os comerciantes exigiam produtos com origem (inspecionada)”, explicou o técnico Agropecuário, Lindomar Pereira, da regional do Ruraltins de Taguatinga.

Os produtos são comercializados na feira da cidade, e também fornecidos ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), mais conhecido como Compra Direta, e também ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

Para a produtora Artenisa, casada e mãe de duas crianças, esse apoio do Ruraltins tem sido essencial para as conquistas alcançadas. “Essa assistência técnica está sendo um fator a mais e soma cada dia que passa. Lindomar Pereira vem fazendo um esforço imenso, ele não põe dificuldades em ajudar quando preciso de orientação, ele sempre vem verificar, orientar, ajudar”, frisou.

A produtora lembrou ainda o quanto à renda familiar melhorou. “Essa conquista tem sido maravilhosa, não foi fácil chegar até aqui, mas Deus tem nos abençoado, e estamos aí, vamos chegar mais longe, nosso foco é chegar cada vez mais longe”, declarou.

O técnico Agropecuário, Lindomar Pereira, reforçou sobre os avanços do convênio obtidos nos últimos dois anos de trabalho. “A partir do momento em que a gente teve a oportunidade de acompanhar de perto a produtora, de orientar os seus trabalhos, indo até a propriedade, ver o que está sendo feito, discutir o que será implementado para os próximos dias, meses e até mesmo os próximos anos, a gente pode observar que a produtora avançou muito na parte de avicultura”, afirmou, acrescentando ainda a satisfação em ver as conquistas da família, que, além da estrutura de abatedouro e o selo de inspeção municipal, conta com mercado para comercializar os produtos.

Convênio Oportunidade

A proposta do Oportunidade, que finda em dezembro deste ano, é prestar assistência técnica a 800 produtores rurais do Tocantins enquadrados nas Classes D e E, ou seja, que recebem de zero a quatro salários mínimos.

A intenção do Ruraltins é fazer um aditivo para prorrogar por mais três anos o convenio que propicia a execução das ações com recursos voltados para a manutenção e abastecimento dos veículos e diárias dos técnicos responsáveis pelas visitas.

O convênio Oportunidade proporciona, tanto ao instituto, que oferece, quanto ao produtor, que recebe, oficinas técnicas, visitas de campo, bem como a aplicação de instrumentos e coleta de informações sobre as atividades produtivas que estão sendo acompanhadas, possibilitando assim, a identificação das cadeias produtivas prioritárias na propriedade.

Para os trabalhos a equipe realiza todo um levantamento, tanto da família que vai ser beneficiada, quanto da propriedade, como as condições de uso da terra, a estruturas existentes na propriedade e o estado de conservação, as atividades produtivas, entre outros.

Os investimentos do Mapa para os trabalhos de assistência técnica somam mais de R$ R$ 3 milhões.

Deixe seu comentário:

Campanha INSTITUCIONAL - NOVEMBRO   assembleia