09/04/2019 - 17h34m

MODERNIZAÇÃO

Naturatins avança na digitalização do licenciamento ambiental

Cleide Veloso / Foto: Tânia Caldas

Nesta segunda-feira, 08, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) reuniu os diretores e gerentes para apresentação do balanço da primeira etapa do Projeto de Digitalização e Gestão Documental do Órgão. O projeto compõe o Plano de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), com recursos do Banco Mundial.

Nesta fase foram digitalizados 41.286 processos de Licenciamento Ambiental, totalizando mais de 3 milhões de documentos e imagens. O volume de processos digitalizados corresponde a 52%, do número total de processos do Naturatins. A partir deste mês os processos de licenciamento já podem ser movimentados e consultados, pelos técnicos do Órgão de forma digital.

“O Naturatins avança mais um passo na modernização da gestão ambiental do Estado, para melhoria e celeridade do atendimento do público que necessita dos serviços do Instituto. Com a digitalização os processos e procedimentos de regularização ambiental ganham uma nova dinâmica de acesso, organização e registro no sistema”, destacou o presidente do Instituto, Marcelo Falcão.

Sobre o desempenho da área de Tecnologia da Informação do Naturatins, Paulo Pércio  Guelpeli relatou. “Hoje o Naturatins já possui diversos serviços digitais acessados e utilizados diretamente pelo cidadão, como a emissão de Carteira de Pesca, emissão de Licenças Simplificadas e Dispensas de Licença, pelo Simplifica Verde. E a digitalização é o primeiro passo para a oferta de mais serviços e atendimentos de forma digital, segura e rápida”.

Modernização

Desde o início da atual gestão, o Naturatins se dedica às recomendações ambientais do Governo do Estado, na condução de ações positivas, acordos e investimentos, para modernização, agilidade das operações realizadas e atendimento ao público que necessita dos serviços do Órgão.

Deixe seu comentário:

Campanha A GENTE APROVA    ALCampanha Institucional Dezembro AL