26/09/2019 - 10h55m

POLÍCIA MILITAR

PM do Tocantins é destaque em Encontro Nacional de Patrulhas Maria da Penha realizado na Bahia

I Encontro Nacional de Rondas, Patrulhas e Guardiãs Maria da Penha (Foto: Divulgação PMTO)

Entre os dias 23 e 25, a Polícia Militar do Tocantins participou do I Encontro Nacional de Rondas, Patrulhas e Guardiãs Maria da Penha realizado em Salvador (BA). Na ocasião, a corporação foi representada pela capitão Flávia Roberta Pereira de Oliveira, comandante da Patrulha Maria da Penha no Tocantins.

O evento se deu por iniciativa da PM da Bahia, em parceria com o Instituto Avon, tendo como apoiador estratégico o Ministério da Justiça e Segurança Pública, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), tendo como objetivo principal discutir as ações de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, estabelecendo padronização nacional de atuação.

Participaram do encontro representantes da PM de 16 estados brasileiros como Alagoas, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins, além de guardas civis metropolitanas que atuam como guardiãs Maria da Penha.

O evento proporcionou a discussão sobre atendimentos de ocorrências e análise de protocolos em utilização nas diversas Patrulhas no Brasil, sendo realizadas exposições de boas práticas que essas instituições realizam no desempenho de suas ações junto à comunidade e especificamente às mulheres.

Capitão Flávia Roberta representou a PMTO (Foto: Divulgação PMTO)

Para as apresentações um dos projetos escolhidos foi o do Tocantins. O projeto “Nós por Elas” apresentado pela capitã Roberta é uma boa prática desenvolvida pela Patrulha Maria da Penha da PMTO, em parceria com a rede de enfrentamento à violência doméstica e familiar do Tocantins.

De acordo com o tenente-coronel João Leyde de Souza Nascimento, comandante do 6º Batalhão da PM em Palmas, “a participação em eventos nacionais possibilita a troca de experiências entre as polícias militares e resultam em ganhos para a solução de desafios locais na seara da segurança pública. A Patrulha Maria da Penha tem se tornado referência em modalidade de patrulhamento ostensivo na defesa dos direitos da mulher”.

Deixe seu comentário:

Campanha INSTITUCIONAL - NOVEMBRO   assembleia